Transfer do Aeroporto Galeão a Copacabana, no Rio de Janeiro

11:23

Como comentei no post anterior, minha vontade era aterrisar no aeroporto Santos Dumount, no Rio de Janeiro. Contudo, as vantagens oferecidas para pousar no aeroporto Tom Jobim, o Galeão, foram bem mais convidativas. Por isso, decidimos que era por lá que iríamos chegar e sair da Cidade Maravilhosa.

Antes mesmo de deixar as terras catarinenses, optei por organizar tudo o que poderia dar errado em nossos dois dias no Rio de Janeiro. Entre elas, como deixar a Ilha do Governador e chegar a Copacabana. Há diversas opções, como táxis, Uber e até linha de ônibus. Mas não gosto de arriscar. Viajar para mim, deve ser tudo organizado.


Pesquisei o preço de várias empresas de turismo que ofereciam transfer. Todas com um preço bastante salgado ~ cerca de R$ 150 cada trecho. Olhei na internet, bem como no TripAdvisor (<3 a="" achei="" ajuda="" al="" city="" de="" do="" e="" ent="" escolher.="" hora="" m="" muito="" na="" o="" oferece="" passeios="" qual="" que="" rio="" saber="" servi="" span="" tour.="" transfer="" ximo="">

Gostei do atendimento desde o início. Todos os e-mail respondidos com educação e solucionando todas as minhas dúvidas. Mandei o horário previsto para a chegada do meu voo e um carro ~ muito confortável ~ foi nos buscar no aeroporto. Da mesma forma, na hora marcada para o retorno para casa, lá estava o motorista, na porta do hotel, nos esperando.

Entre a Ilha do Governador, onde está situado o Aeroporto Galeão, até Copacabana, o trajeto foi rápido. Depois de cerca de 20 minutos lá estávamos nós retirando as mochilas do carro. O caminho estava exatamente como eu me lembrava: cheio de contrastes.



You Might Also Like

0 comentários