Lançamentos literários Junho 2015 + desejado

11:05

Quem concorda comigo que o ano está passando voando? Maio está quase no fim e junho está com o pé na porta. Para o próximo mês, as editoras capricharam na publicação de livros. Por isso, separei alguns que estarão nas livrarias logo logo.


Isla e o Final Feliz, trazido ao Brasil pela Editora Intrínseca, é um dos que eu mais aguardo. De Stephanie Perkins, já li Ana e o Beijo Francês e Lola e o Garoto da Casa ao Lado. Todos me renderam momentos de descontração. Acho que assim como os demais, Isla não deve me decepcionar, até porque há participações especiais dos nossos queridos personagens das demais publicações da autora!


Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano na SOAP, uma escola americana em Paris. Mas sua timidez nunca permitiu que ela trocasse mais do que uma ou duas palavras com ele, quando muito. Depois de um encontro inesperado em Nova York durante as férias envolvendo sisos retirados e uma quantidade considerável de analgésicos, os dois se aproximam, e o sonho de Isla finalmente se torna realidade. Prestes a se formarem no ensino médio, agora eles terão que enfrentar muitos desafios se quiserem continuar juntos, incluindo dramas familiares, dúvidas quanto ao futuro e a possibilidade cada vez maior de seguirem caminhos diferentes. Com participações de Anna, Étienne, Lola e Cricket, personagens mais do que queridos pelo público apresentados em livros anteriores da autora, Isla e o final feliz é uma história de amor delicada, apaixonante e sedutora, um desfecho que vai fazer os fãs de Stephanie Perkins suspirarem ainda mais.

A Intrínseca também lança a edição comemorativa de Quem É Você, Alasca?, que ressalta os dez anos (!!!) do primeiro lançamento de John Green. Esta edição é capa dura e com cenas extras, cortadas da edição original. Ansiosa para poder ver de perto e contar tudinho depois! Ah, e a resenha de Quem É Você, Alasca? está aqui no blog, clique aqui para conferir.

Miles Halter estava em busca de um Grande Talvez. Alasca Young queria descobrir como sair do labirinto. Suas vidas colidiram na Escola Culver Creek, e nada nunca mais foi o mesmo. Miles Halter levava uma vidinha sem graça e sem muitas emoções (ou amizades) na Flórida. Ele tinha um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história. Uma dessas personalidades, François Rabelais, um poeta do século XV, disse no leito de morte que ia “em busca de um Grande Talvez”. Para não ter que esperar a morte para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para a Escola Culver Creek, um internato no ensolarado Alabama. Lá, ele conhece Alasca Young. Ela tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: “Como vou sair desse labirinto?” Inteligente, engraçada, louca e incrivelmente sexy, Alasca vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Miles se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, mesmo tentando sem sucesso decifrar o enigma de seus olhos verde-esmeralda.

Já falei quantas vezes aqui que Gayle Forman virou uma das minhas autoras favoritas? Com os dramas densos e cheios de histórias de amor ela me cativou. E, desta vez, é a Editora Arqueiro quem traz lançamento dela. Eu Estive Aqui vai estar nas livrarias, também em junho! A resenha também está aqui no blog, clique aqui para conferir.

Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.


Por fim, outro lançamento da Arqueiro me chamou  atenção. O que eu quero pra mim, de Lycia Barros, é uma história que trata de descobrimentos, e claro amor. Como tenho paixão por romances também entra nesta lista!

Alice é independente, bem-sucedida profissionalmente e muito ambiciosa. Além do sucesso no trabalho, tem um namorado que é o sonho de qualquer mulher: lindo, apaixonado, louco para se casar e ter filhos. Mas ela não é qualquer mulher, e acha que a carreira vem antes de tudo. Então, quando Casseano a coloca contra a parede e exige mais espaço em sua vida, os dois entram em um impasse e acabam se separando. Em poucos dias, Alice sente que o fim do relacionamento está sendo mais duro do que esperava. Para piorar, o trabalho entra em crise e sua sócia, preocupada com a saúde da amiga, a obriga a se afastar por um tempo. As férias a ajudarão a arejar a cabeça e voltar mais produtiva. Com tudo dando errado ao mesmo tempo, Alice aceita a sugestão e compra uma passagem para Londres. Chegando lá, mergulha numa profunda jornada de autodescobrimento e percebe o que realmente importa para ela.O que eu quero pra mim é um romance inspirador, que fala sobre a importância de conhecer a si mesmo e descobrir as próprias necessidades antes de trilhar de forma plena o caminho do amor.

BÔNUS!

O lançamento já é de maio, mas entra aqui como o desejado. Sou fã de Letícia Wierzchowski há anos. Desde que li A Casa das Sete Mulheres sou louca pelos livros dela. A maneira intensa como ela escreve é algo que me chama atenção. São personagens fortes e marcantes. Em maio, a Intrínseca lançou Navegue a Lágrima, que está com um trabalho gráfico lindo. Além da capa maravilhosa, o livro é todinho em letras azuis! Muito amor. O lançamento do livro foi na última semana, em Porto Alegre, mas ocorreu em uma terça-feira. Como trabalho, foi impossível percorrer os mais de 300 quilômetros para conseguir um autógrafo. Mas quem sabe um dia, não é? Por isso, o bônus é Navegue a Lágrima. Não porque seja difícil comprá-lo, essa é a parte fácil. O desejo mesmo é conseguir um exemplar autografado!

Uma casa de praia, num idílico balneário no Uruguai, é o cenário de duas histórias de amor e perdas, separadas no tempo. Consumida pelo luto, a editora Heloísa escolhe se afastar da cidade onde morava e levar uma vida de isolamento na residência de veraneio que pertenceu à Laura Berman, uma escritora consagrada. Entre muitos drinques, cercada de pertences e memórias dos antigos moradores, Heloísa começa a ser visitada pelas lembranças guardadas entre aquelas quatro paredes: a correria de crianças, dias de sol preguiçosamente passados à beira da piscina, o romance terno de Laura e seu marido Leon. Se é delírio ou magia, a nova moradora não consegue distinguir. Aos poucos, enquanto revira baús, ela mergulha no universo conflituoso da escritora, descobre pequenas traições cotidianas e o inexorável desgaste realizado pela passagem do tempo nas relações mais sólidas. Essa compreensão permite que, lentamente, Heloísa consiga enfrentar seus próprios fantasmas e desvelar a história de uma grande paixão.


You Might Also Like

2 comentários

  1. Ah, que alegria saber que teremos outro livro da Stephanie Perkins logo mais! Eu também li Anna e Lola e me apaixonei, é certo que também vou amar Isla e o Final Feliz.
    Sério, quantas edições foram lançadas de Quem é Você Alasca? Umas 10! Eu tenho uma das primeiras, nem sei qual é a editora, e ainda não li, acredita? Acho que vou dar pra alguém esse e vou querer o de capa dura com cenas extras (quem resiste? hahahah!)
    E fiquei feliz em saber que teremos outro de Gayle Forman também. Só li Se eu Ficar, mas quero ler todos os livros dela que tenho aqui. Só achei chato que agora é a sextante que vai publicar. Não gosto quando os autores trocam de editoras na metade da série, mas... paciência. Heheh!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Ah, que alegria saber que teremos outro livro da Stephanie Perkins logo mais! Eu também li Anna e Lola e me apaixonei, é certo que também vou amar Isla e o Final Feliz.
    Sério, quantas edições foram lançadas de Quem é Você Alasca? Umas 10! Eu tenho uma das primeiras, nem sei qual é a editora, e ainda não li, acredita? Acho que vou dar pra alguém esse e vou querer o de capa dura com cenas extras (quem resiste? hahahah!)
    E fiquei feliz em saber que teremos outro de Gayle Forman também. Só li Se eu Ficar, mas quero ler todos os livros dela que tenho aqui. Só achei chato que agora é a sextante que vai publicar. Não gosto quando os autores trocam de editoras na metade da série, mas... paciência. Heheh!
    Beijos.

    ResponderExcluir