Sobre comer em Montevidéu

10:21

Sorte a minha que não tenho muitas frescuras na hora de comer (mas não me apareçam com bucho, nem com carne de porco na minha frente!!!!!!), porque não sobreviveria aos dois dias em Montevidéu!

A comida na capital do Uruguai não é lá aquelas coisas e além de tudo é muito cara. Claro, para pagar um valor mais em conta para comer um bife, você tem que saber onde ir. Não adianta ir em lugares destinados a turistas, porque você vai pagar bastante caro. No primeiro dia em Montevidéu, estivemos no Mercado Del Puerto ~ não sei porque todos os blogs de turismo indicam o lugar. Fica na região portuária na Ciudad Vieja e é totalmente "pega turista". Juro, além das pessoas que trabalham por ali, não encontrei um uruguaio sequer.


Exemplo de restaurante no Mercado Del Puerto e suas parrillas


   PARRILLAS E O MERCADO DEL PUERTO

Para todos os cantos que eu olhasse, o Mercado Del Puerto estava repleto de brasileiros, provindos das mais diversas regiões do nosso país. Eu já estava preparada para a comida. Todos os restaurantes vendiam a tradicional parrilla uruguaia. Mas não engane-se, por toda a cidade e em vários restaurantes você pode encontrar estas carnes. Mas tenha paciência ~ que é uma virtude que muitos não tem ~ para conseguir almoçar. Há filas e filas de pessoas esperando uma mesa. E olha que são vários e vários restaurantes. Mas são tantos turistas que o lugar se torna pequeno. Comemos o nosso entrecot com batata frita na área interna do Mercado Del Puerto, mas não senti cheiro de fumaça, como muitos relatam. Preste atenção na hora de pedir a sua carne! Assim como em Buenos Aires, se você pedir mal passada, ela vem praticamente crua. Se for ao ponto ~ ou al punto ~ o bife já vem cheio de  sangue. Mesmo cozido ele ainda vem bem vermelhinho!
 

 Os dois bifes, com Coca-Cola e água nos custaram quase 1,5 mil pesos uruguaios, o que é o equivalente a quase R$ 200. Muito caro... E olha que nem pedi postre (sobremesa). Outro dia, desta vez à noite, comemos em um restaurante chamado El Tigre. Este é mais afastado da área turística. Ali degustamos de pãezinhos como chimichurri na entrada, pizzas ~ que eu falarei mais a frente sobre ~ tomamos chope, Piña Colada, e dois bifes de entrecot. Pagamos pouco mais de 500 pesos uruguaios, algo em torno de R$ 60 ou R$ 70. E aí você vê a diferença!




CHIVITO E PANCHO

Encontrar  um hambúrguer em Montevidéu, sem estar  no McDonald`s ou no Burguer King, pode ser bastante difícil. Mas nada como experimentar da culinária local, não é? Nos demais restaurantes, você encontra Chivitos ou Panchos, este último nada mais do que um pãozinho com salsicha, que fica mais caro se você quiser acrescentar muzzarela. O Chivito é mais elaborado. Dizem que o lanche foi inventado há muito tempo por uma lanchonete em Punta del Este e que se espalhou por todo o Uruguai. Há diversas variações deste sanduíche, como o Cadadiense, que vai alguns ingredientes a mais!


Eu comi o Chivito normal, só que sem tomate! O lanche contém um pão estilo de hamburguer, muzzarella, um filé de entrecot, alface, presunto, maionese e ovo cozinho. Tudo é servido de forma bastante generosa e o lanche é bastante saboroso! Tentei fazer em casa outro dia, mas não ficou muito parecido!
PIZZAS E PIZZETAS

Entender a diferença entre pizzas e pizzetas foi a parte mais difícil da viagem, para mim. A principal diferença é que uma é redonda e outra quadrada. Mas ainda tem outros detalhes que a as tornam diferentes.



A pizzeta é para ser parecida com a que a gente come por aqui. A pizza é quadrada e servida em pedaços bastante generosos. Mas preste atenção. São poucos os sabores e NÃO é servida com queijo! A única pizza que vem com queijo é a de muzzarela, que é um pouco mais cara que as outras. E aí é só molho de tomate e queijo, mais nada.E aí bateu uma saudade dos nossos rodízios... Só para constar... Não sei se fui nos lugares errados, mas não encontrei arroz, feijão e outras coisas que comemos por aqui no cardápio!

You Might Also Like

0 comentários